Bolsa Grand Challenges Explorations

CCMAR participa em investigação premiada pela Fundação Bill & Melinda Gates

Share
 

O Instituto de Higiene e Medicina Tropical (IHMT) da Universidade Nova de Lisboa recebeu uma bolsa Grand Challenges Explorations, uma iniciativa da Bill & Melinda Gates Foundation, para criar uma refeição artificial para os mosquitos, que permita a colocação de ovos e a sua reprodução, sem recorrer à utilização de sangue.  O projeto, liderado por Henrique Silveira do centro de investigação GHTM - Global Health and Tropical Medicine do IHMT, é desenvolvido em colaboração com João Cardoso, Deborah Power e Rute Félix do Centro de Ciências do Mar (CCMAR) da Universidade do Algarve e tem como título “Dieta artificial complementada com um fator de sangue humano”.

O programa Grand Challenges Explorations (GCE) financia projetos, em todo o mundo, que possibilitem descobrir novos paradigmas na resolução de desafios relacionados com a saúde global e o desenvolvimento. Este projeto encontra-se entre mais de 50 ideias inovadoras financiadas hoje pela Fundação Bill & Melinda Gates.

Silveira e a equipa do CCMAR identificaram recentemente um péptido que circula no sangue humano que ao interagir com um recetor do mosquito induz a produção de ovos nos mosquitos. Os investigadores querem agora produzir, com recurso a esse péptido, uma refeição artificial que estimule uma produção de ovos idêntica à obtida com a refeição sanguínea. Esta descoberta é importante “porque os mosquitos necessitam de uma refeição sanguínea para produzirem ovos. E se precisarmos de produzir mosquitos em grande escala, em laboratório, para efeitos de controlo da doença ou de investigação científica, estamos sempre dependentes de sangue humano ou animal, o que levanta problemas éticos e de segurança”, explica Henrique Silveira.

Sobre o IHMT e a equipa

O Instituto de Higiene e Medicina Tropical (IHMT) da Universidade Nova de Lisboa é uma instituição de ensino e investigação que visa o desenvolvimento do conhecimento dos problemas de saúde ligados ao meio tropical. A estratégia de investigação do IHMT encontra-se consolidada no centro de investigação GHTM - Global Health and Tropical Medicine, avaliado como ‘Excelente’, pela FCT.Henrique Silveira é Professor Catedrático no IHMT e o coordenador científico do GHTM. Tem um Doutoramento pelo Imperial College, em Londres, e foi investigador Pós-doc na London School of Hygiene and Tropical Medicine. A sua investigação centra-se no desenvolvimento do Plasmodium no interior do mosquito, especialmente na forma como a imunidade do mosquito pode ser manipulada para impedir a transmissão da malária. Modelos murinos, estudos in vitro, proteómica e genómica têm sido aplicados no seu laboratório para compreender os mecanismos envolvidos na resposta do mosquito à infeção e a sua modulação por fármacos anti-maláricos e moléculas imunomoduladoras.

Sobre o CCMAR e a equipa

O Centro de Ciências do Mar (CCMAR)  da Universidade do Algarve é uma organização privada sem fins lucrativos, situado no Campus de Gambelas da UAlg, com a missão de promover a investigação e educação nos processos que envolvem o ambiente marinho, dando especial enfâse às interacções biológicas e ao uso sustentável dos recursos. O CCMAR recebeu em 2014 a classificação de ‘Excelente’ como unidade de investigação, pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT).João Cardoso é investigador auxiliar CCMAR, graduou-se em Engenharia Biotecnológica pela Universidade do Algarve e é Doutorado em Ciências Biológicas pela Universidade Cambridge (Reino Unido).Deborah Power é Professora Catedrática de Biotecnologia, na Universidade do Algarve, Professora Convidada na Shanghai Ocean University (China) e Doutora Honoris Causa, pela Universidade de Gothenburg (Suécia).Rute Felix é pós doutorada no grupo de Endocrinologia Molecular e Biologia Integrativa do CCMAR, possui graduação em Biologia pela Universidade de Évora e doutoramento em Ciências Biomédicas pelo Instituto de Higiene e Medicina Tropical, Universidade Nova de Lisboa. A equipa do CCMAR possui competências na área do estudo da evolução e função do sistema endócrino em invertebrados e vertebrados. Cardoso liderou o projeto financiado pela FCT que, em colaboração com Silveira, produziu os dados e as bases conceptuais para este estudo.

Sobre o programa Grand Challenges Explorations

O programa Grand Challenges Explorations é uma iniciativa de 100 milhões de dólares financiada pela Bill & Melinda Gates Foundation. Lançada em 2008, já atribuiu cerca de 1160 bolsas a projetos em mais de 60 países. O programa encontra-se aberto a qualquer investigador, em qualquer área e organização. O programa recorre a um processo de atribuição de bolsas rápido e ágil, através da submissão de candidaturas online resumidas, com apenas duas páginas, e sem exigência de submissão de dados preliminares. As bolsas iniciais, no valor de 100 mil dólares, são atribuídas bienalmente. Os projetos bem-sucedidos têm a oportunidade de receber nova bolsa até 1 milhão de dólares.

 

Relacionadas