Comunicado do Reitor

Incidentes com estudantes da Universidade do Algarve

Share
 

Na noite passada, fui notificado de um acontecimento ocorrido na praia de Faro, alegadamente no âmbito de atividades relacionadas com a «praxe académica» e que implicou a necessidade de assistência médica, no Hospital de Faro, a uma estudante da Universidade do Algarve (como, de resto, já é do conhecimento público).

Conforme tinha alertado a comunidade académica e em especial os estudantes – através da Nota Interna RT.05/2015, de 4 de setembro de 2015, amplamente divulgada antes da semana de matrículas dos novos estudantes –, «não haverá tolerância relativamente a todos os atos de receção dos novos alunos, dentro ou fora dos campi da Universidade do Algarve», que atentem contra os direitos à integridade física e moral, à liberdade e à segurança de qualquer estudante, direitos esses consagrados na Lei e, por isso, acima de qualquer praxe, regulamento ou tradição.

Também já tinha alertado para que qualquer reclamação recebida relativamente a esta matéria seria cabalmente averiguada, com todas as implicações disciplinares daí decorrentes.

Ora, perante os factos que me foram relatados e a queixa que me foi apresentada, decidi instaurar um processo de averiguações para apuramento de eventuais responsabilidades disciplinares dos estudantes da universidade envolvidos nessa lamentável ocorrência.

Apelo à serenidade dos membros da Academia, esperando que este momento proporcione uma reflexão individual e coletiva sobre os valores que devem prevalecer e ser preservados na Universidade do Algarve, em defesa de uma convivência sã e verdadeiramente académica.

Faro, 24 de setembro de 2015  

O Reitor,António BrancoNota: Consultar aqui o Regulamento Disciplinar dos Estudantes da Universidade do Algarve (publicado em Diário da Répública).

 

Relacionadas
O Plano de Contingência aplica-se a todos os trabalhadores docentes e não docentes, estudantes e...
Share