Apresentação
Esta é uma área que regista uma elevada procura na área da Farmácia Comunitária e Parafarmácia, podendo ter interesse para os profissionais que aí exercem as suas funções, dado que cada vez mais estes estabelecimentos procuram profissionais com conhecimentos especializados na área.

Objetivos

  • Conhecer profundamente a anatomofisiologia da pele e seus anexos
  • Conhecer e caracterizar a principais afeções cutâneas passíveis de aconselhamento dermofarmacêutico
  • Conhecer a legislação e regulamentação aplicável aos Produtos Cosméticos e de Higiene Corporal (PCHC) e a cosmetovigilância
  • Conhecer e caracterizar as diferentes formas farmacêuticas de apresentação em dermofarmácia, bem como os sistemas de libertação de ingredientes na pele
  • Conhecer os principais ingredientes cosméticos utilizados na abordagem da manutenção e melhoria da pele e anexos
  • Aconselhar corretamente medicamentos não sujeitos a receita médica e/ou PCHC para a resolução de afeções cutâneas
  • Aconselhar corretamente PCHC de uso cosmético considerando as necessidades individuais dos clientes, nomeadamente a qualidade da pele (medida através de diferentes técnicas mecânicas e topográficas)

Funcionamento

Os conteúdos teóricos serão lecionados à distância, através de aulas expositivas com recurso a material de apoio (vídeos, artigos científicos) e os conteúdos práticos em regime presencial através de práticas simuladas de aconselhamento e análise e discussão de casos clínicos.

Horário: quintas e sextas-feiras, das 17h30 às 20h30, sábados, das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00. Apenas alguns sábados em que existirão aulas práticas.

 

 

Logotipos PRR

 

Este curso, que integra o projeto “UAlg+Skills4All”, realiza-se no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). Mais informação aqui.

Propinas e taxas 2023/2024

Candidatos nacionais: 1200€

Candidatos internacionais*: n/d

Taxa de candidatura: 50€

Taxa de inscrição e seguro escolar: 150€

Número de Bolsas: 2 (mais informação sobre Bolsas e Incentivos aqui)

Nota: A propina deste curso pode ser paga em 10 prestações, sendo a primeira no ato da matrícula e as restantes nos meses de outubro, novembro, dezembro, janeiro, fevereiro, março, abril, maio e junho.

* de acordo com o Decreto-lei n.º36/2014, alterado pelo Decreto-Lei nº 62/2018, de 6 de agosto, são considerados estudantes internacionais os nacionais de um estado que não seja membro da União Europeia e que não residam legalmente em Portugal há mais de dois anos, de forma ininterrupta, em 1 de janeiro do ano em que pretendem ingressar no ensino superior.

As candidaturas são efetuadas através de formulário online, que é disponibilizado no separador "Candidaturas".