UAlg promove reunião em França sobre Economia do Mar

31/03/2014

UAlg promove reunião em França sobre Economia do Mar

Nos dias 26 e 27 de março, decorreu em Quimper (Bretanha, França) a reunião final do projeto europeu KIMERAA, liderado pelo Centro de Investigação sobre Espaço e Organizações da Universidade do Algarve.

Esta reunião final de parceria transnacional do KIMERAA (Knowledge transfer to Improve Marine Economy in Regions from the Atlantic Area) dividiu-se em dois momentos principais: um relacionado com a coordenação do projeto, e outro dedicado a um workshop sobre “Inovação para uma Aquacultura Sustentável”.

No primeiro dia da reunião, os parceiros provenientes de Portugal, Espanha, França, Irlanda e Reino Unido, tiveram a oportunidade de discutir os resultados do estudo transnacional sobre necessidades de inovação na economia do mar e debater o futuro do KIMERAA com a definição de um modelo de negócios da ENKTAA - Rede Europeia para a Transferência de Conhecimento no Espaço Atlântico. O estudo transnacional, que será divulgado em junho e envolve atores de inovação dos cinco países do Espaço Atlântico, incide na utilização de serviços baseados em conhecimento, tentando ilustrar comportamentos, tendências e alterações resultantes da crise económica, na área da economia do mar. A ENKTAA, um dos principais resultados do KIMERAA, tem como principal objetivo conectar atores de inovação, facilitando a partilha de conhecimento sobre a economia do mar. 

No segundo dia, o workshop “Inovação para uma Aquacultura Sustentável”, realizado no Lycée de Bréhoulou, em Fouesnant, teve como principal enfoque as possibilidades de inovação nas atividades marítimas relacionadas com a aquacultura. Neste workshop, a Universidade do Algarve apresentou a várias entidades francesas os resultados e a rede do projeto KIMERAA. O Cluster Empresarial da Inovação Marítima na região de Bretanha (Pôle Mer Bretagne) também foi introduzido pelo Tecnopolo de Quimper-Cornualha e foram, ainda, dados a conhecer quatro projetos empresariais em aquacultura, com carácter inovador: Martrop (produção de camarão), Hemarina (aplicações terapêuticas de minhocas do mar), Maralliance (produção de excelência de salmão), e Porto Muiños (aplicações de algas para nutrição humana). No final decorreu uma mesa rondonda para debater o papel da inovação no setor da aquacultura, as relações universidade-empresa, e a formação de capital humano. A parte da tarde foi dedicada a um conjunto de exposições, sessões práticas e aplicações culinárias de produtos de aquacultura.

Recorde-se que o projeto KIMERAA tem como principal objetivo construir ligações robustas entre empresas e comunidades científicas, focando as ciências marinhas e as atividades relacionadas com economia do mar. O KIMERAA é cofinanciado pelo Programa Operacional Espaço Atlântico 2007-13 através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. Termina em Junho de 2014.