Prémio europeu atribuído a tese de doutoramento escrita e defendida na UAlg

A tese de doutoramento em Ciências da Linguagem, “Competência linguística no ensino superior”, da autoria de Elisa Caruso, defendida em 2019, na Universidade do Algarve, acaba de receber o 1º prémio do Conseil Européen pour les Langues - European Language Council (CEL ELC).
Share
 

Trata-se da primeira edição deste prémio cujo júri é composto por 12 membros de universidades e centros de investigação de vários países da Europa. A tese foi orientada por Manuel Célio Conceição, docente da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais (FCHS), e desenvolveu-se tendo por base a investigação acerca do multilinguismo no ensino superior, levada a cabo no âmbito do projeto europeu Mobility and Inclusion in a Multilingual Europe (MIME), coordenado pelo docente e financiado pelo 7º programa quadro da União Europeia (com um valor de cerca de 5 milhões de euros).

O prémio recebido pela estudante italiana irá traduzir-se num convite para apresentar o seu trabalho na Conferência Anual do CEL, dedicada à temática "Línguas e Direitos", bem como numa recompensa monetária, complementada pela possibilidade de publicar um artigo numa das revistas associadas ao CEL ELC (International Journal of Language Policy, Sustainable Multingualism ou Verbum).

Esta distinção reforça a forte aposta da investigação em multilinguismo e políticas linguísticas na Universidade do Algarve, enquadrada no doutoramento em Ciências da Linguagem (recentemente acreditado sem restrições pelo período máximo de 6 anos pela A3ES) e no âmbito do Centro de Investigação em Artes e Comunicação (CIAC).

Legenda Foto: Premiada, Elisa Caruso (de óculos)