IEFP e Universidade do Algarve iniciam projeto-piloto no âmbito da Aprendizagem

18/12/2012

IEFP e Universidade do Algarve iniciam projeto-piloto no âmbito da Aprendizagem

O Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) iniciou, no dia 17 de dezembro, um projeto-piloto em parceria com o Curso de Educação Social da Escola Superior de Educação e Comunicação (ESEC) da Universidade do Algarve (UAlg) e com a Rede Escolar de Técnicos Socias do Algarve (RETSA) no âmbito do sistema de Aprendizagem.

Esta parceria consiste no desenvolvimento de uma ação de formação na modalidade de Aprendizagem, com a saída profissional de Animador Sociocultural, e no apoio financeiro do Centro de Emprego e Formação Profissional de Faro. Compreende, ainda, a envolvência dos formandos em todas as iniciativas, como encontros regionais e seminários organizados pela RETSA na temática da área social, o acolhimento tutorial e o apoio direto no âmbito dos estágios pela Direção do Curso de Educação Social da UAlg.

Os Cursos de Aprendizagem são cursos de formação profissional inicial, em alternância, dirigidos a jovens com idade inferior a 25 anos e com habilitações inferiores ao ensino secundário, privilegiando a sua inserção no mercado de trabalho e permitindo o prosseguimento de estudos.

Este curso, que conta com cerca de 25 formandos, irá decorrer nas instalações da Universidade do Algarve, em Faro, podendo os formandos beneficiar do acesso a um conjunto de facilidades disponibilizadas pela Universidade, como refeitórios/cantinas, bibliotecas, serviços informáticos e audiovisuais, nas mesmas condições dos restantes alunos.

De forma inovadora, garante aos formandos que, após a conclusão do curso de Aprendizagem, se candidatem ao curso de licenciatura em Educação Social, dando equivalência entre diversas disciplinas dos planos curriculares dos dois cursos, ficando, assim, dispensados de as frequentar.

Os formandos que, concorrendo ao concurso nacional de acesso ao ensino superior, não ingressem no Curso de Educação Social, terão acesso ao ano zero, onde poderão frequentar algumas unidades curriculares do 1º ano do Curso de Educação Social, ao mesmo tempo que recebem apoio direto para o estudo e preparação para as provas específicas do concurso seguinte.

O IEFP pretende que este projeto inovador, que apresenta mais-valias para os formandos e para as instituições envolvidas, seja alargado a outras áreas durante o ano de 2013, a partir da experiência piloto que agora se inicia.

Share Partilhar