Conferência "Por uma Sociologia da Indústria Cultural: contribuições da produção brasileira"

Campus de Gambelas - Sala 2.37 da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, edifício 1
Quarta, 5 Dezembro, 2018 - 14:30 até 17:00

A Universidade do Algarve acolhe, no dia 5 de dezembro, pelas 14h30, na sala 2.37 do edifício 1 do Campusde Gambelas, a conferência “Por uma Sociologia da Indústria Cultural: contribuições da produção brasileira” proferida pelo investigador brasileiro Alexandre Bergamo (UFSC/CNPq).

​​​​​​​A objetivo desta conferência, organizada pelo CIAC em parceria com o CIEO, passa por traçar traçar um panorama da produção cultural, especificamente a brasileira, como parte de uma tentativa de sistematização dos rumos e dos problemas de pesquisa que esta área tem feito surgir. De acordo com Alexandre Bergamo “embora não possamos falar ainda em uma Sociologia da Indústria Cultural enquanto área autônoma de pesquisa, é inegável que os diversos esforços de análise que vêm se desenvolvendo, ainda que de forma fragmentada, espalhados em diferentes Universidades e Centros de Pesquisa brasileiros, indicam caminhos cada vez mais precisos para sua abordagem, repensando conceitos, modelos, métodos e fontes para sua pesquisa.”

Sobre Alexandre Bergamo 

Alexandre Bergama é investigador na área de Sociologia da Cultura na Universidade Federal de Santa Catarina, em Florianópolis e encontra-se a realizar uma instância investigacional no CIAC entre 26 de novembro e 21 de dezembro. O investigador é formado em Antropologia pela Universidade Estadual de Campinas / UNICAMP (1993) e realizou suas pesquisas para o Mestrado (2000) e o Doutorado (2006) em Sociologia da Cultura pela Universidade de São Paulo / USP sob a Direção de Sergio Miceli. Foi Professor do Departamento de Sociologia e Antropologia da Universidade Estadual Paulista / UNESP de 2001 a 2010, e desde então é Professor do Departamento de Sociologia e Ciência Política da Universidade Federal de Santa Catarina / UFSC. É autor de A Experiência do Status – roupa e moda na trama social (Editora da UNESP, 2007) e pesquisador do CNPq.

Share Partilhar