MicroBioWines: Estudo do impacto da inovação nos processos vitivinícolas nos consórcios microbianos e a sua importância na produção de vinhos diferenciados

Logo CRESC Algarve
Logo PT2020
logo UE
Código do Projeto: 
ALG-01-0247-FEDER-017987
Tipologia: 
Investigação e Desenvolvimento
Objetivo Principal: 
Reforçar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação
Investigador(es) Responsável(eis) UALG: 
Margaret Bento Soares
Entidades Beneficiárias: 
Herdade Da Malhadinha Nova - Sociedade Agrícola E Turística S.A. (Coordenador)
Universidade do Algarve
BIOCANT – Associação De Transferência De Tecnologia
Região de Intervenção: 
Algarve
Alentejo
Centro
Data de Aprovação: 
14/09/2016
Data de Início: 
17/10/2016
Data de Conclusão: 
16/10/2019
Custo Total Elegível: 
649.610,69 €
Custo Total Elegível UAlg: 
272.098,62 €
Apoio Financeiro da União Europeia: 
414.392,00 €
Tipo de Financiamento: 
Fundos da União Europeia
Financiamento UE UALG: 
168.701,15 €
Objetivos, atividades e resultados esperados / atingidos: 
Caraterizar os MGRs existentes nos sistemas de produção do promotor líder, e compreender qual o impacto de alterações nos processos vitivinícolas nos consórcios microbiológicos, presentes quer na vinha e quer nas fermentações em adega. Só com este conhecimento será possível perceber como é que as alterações nas práticas vitivinícolas impactam o microbioma, e desta forma avaliar as suas reais consequências quer no equilíbrio microbiano nas vinhas, quer na qualidade do produto final. Para tal, vão aplicar tecnologias avançadas para sequenciação de DNA, para estudar a estrutura e a dinâmica dos metagenomas nos diferentes processos produtivos em estudo. Estas análises serão ainda suportadas por uma extensa caraterização da vinha, ao longo do seu ciclo produtivo.