Projetos da UAlg permitem explorar formas inovadoras de crescimento azul sustentável

No âmbito do projeto UP BLUE BRITE, financiado pela FLAD, e do Projeto UAlg Alliances (Erasmus +), ambos coordenados pela Universidade do Algarve, entre os dias 4 e 10 de novembro decorreram várias atividades em Maryland, Estados Unidos da América, que visaram explorar formas inovadoras de crescimento azul sustentável no Algarve.
Share
 

Participaram no evento docentes e doutorandos do Centro de Ciências do Mar (CCMAR), da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) e da Faculdade de Economia (FE) da UAlg, bem como investigadores e técnicos do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) e do S2AQUA CoLab.

Durante a semana, realizou-se um workshop sobre práticas de utilização sustentável do caranguejo azul na sua área nativa, com atividades tradicionais e usos inovadores, como a pesca com artes de seletivas, aquacultura artesanal para a produção de caranguejo mole, aplicações biotecnológicas e gastronómicas, que serão experimentadas, no próximo ano, em formato piloto neste lado do Atlântico.

Houve também espaço para várias reuniões, cujo intuito foi estabelecer acordos específicos para co-supervisão /cotutelas conjuntas de doutoramentos em distintas áreas, desde a economia do mar até à sustentabilidade, que permitirão a continuação da colaboração, nomeadamente com as instituições norte-americanas Institute of Marine and Environmental Tecnology e a University of Maryland, Baltimore County.

O evento também celebrou o encerramento do projeto UP BLUE BRITE.

 

Relacionadas