Apresentação
Formação generalista, conjugando o conhecimento técnico/científico com uma formação artístico/cultural é a marca do curso de Arquitetura Paisagista da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade do Algarve.

Objetivos

Formar profissionais em Arquitetura Paisagista com as competências necessárias ao exercício da profissão em Portugal e na Europa, como exigido pela Associação Portuguesa dos Arquitetos Paisagistas (APAP) e pela International Federation of Landscape Architecs (IFLA Europe) e capazes de inovar e reforçar a investigação científica, em áreas chave da análise e representação, projeto, gestão e planeamento da paisagem (ou território sensu latu).

Competências

  • Capacidade de intervenção na paisagem (ou território sensu latu) nos seus vários domínios e dimensões: espacial, temporal, da perceção, da relação natureza-cultura e sistémica
  • Capacidade para atuar num vasto leque de tipos e escalas de projetos, com base ecológica, cultural, técnica e estética, relacionados com o desenho e uso da paisagem

Legislação Aplicável

Curso criado em 2009 (Deliberação n.º 944/2009, publicada na DR, 2.ª s, n.º 64, de 1 de abril de 2009) alterado em 2011 (Despacho n.º 8160/2011, publicado no DR, 2.ª s, n.º 111, de 8 de junho de 2011) em 2012 (Despacho n.º 9305/2012, publicado no DR, 2ª s, n.º 132,de 10 de julho de 2012). e em 2018 (Aviso n.º 3714/2018, publicado no DR, 2ª s, n.º 57, 21 de março 2018), alterado em 2020 (Aviso 10889/2020, DR, 2ªs, n.º 144 de 27 de julho).

Trabalhos realizados pelos alunos

1

 

2

 

3

 

4

Propinas e taxas 2021/2022

Candidatos nacionais: 697 Euros

Candidatos internacionais*: 4000 Euros

Taxa de candidatura: 50 Euros

Taxa de inscrição e seguro escolar: 175 Euros

Nota: A propina deste curso pode ser paga em 10 prestações, sendo a primeira no ato da matrícula e as restantes nos meses de outubro, novembro, dezembro, janeiro, fevereiro, março, abril, maio e junho.

* de acordo com o Decreto-lei n.º36/2014, alterado pelo Decreto-Lei nº 62/2018, de 6 de agosto, são considerados estudantes internacionais os nacionais de um estado que não seja membro da União Europeia e que residam legalmente em Portugal há mais de dois anos, de forma ininterrupta, em 1 de janeiro do ano em que pretendem ingressar no ensino superior.

As candidaturas aos cursos de Mestrado são efetuadas através do Portal de Candidaturas.
 
Saídas Profissionais

O perfil do Mestre em Arquitetura Paisagista formado pela Universidade do Algarve poderá ser resumido nos seguintes traços principais:

  • Profissional de formação generalista, conjugando de forma singular o conhecimento técnico/científico com a formação artístico/cultural e capaz de estabelecer sínteses a partir de outros conhecimentos específicos
  • Profissional que entende o território e a paisagem como um processo em que interagem fatores de natureza biofísica, socioeconómica, cultural e administrativo-legal em permanente evolução
  • Profissional capaz de atuar num vasto leque de tipos e escalas de projetos, com base ecológica, cultural, técnica e estética, relacionados com o desenho e uso da paisagem

Os alunos que completem esta formação têm um perfil adequado para desempenhar funções em empresas (arquitetura paisagista, engenharia, arquitetura, consultoria), câmaras municipais, organismos do Estado (como por exemplo as Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional ou CCDR), instituições e associações de desenvolvimento, tanto no desenho, planeamento, e/ou gestão da paisagem e do território.