Apresentação
Não abre vagas para 2020/2021

Objetivos

Qualificar estudantes de forma a poderem avaliar e compreender o funcionamento dos ecossistemas aquáticos sob a influência de processos naturais e ou antropogénicos, mas também que permitam o desenho e a implementação de soluções criativas baseadas, quer no funcionamento dos ecossistemas, quer nos processos envolvidos nas águas doces e costeiras e ainda com conhecimentos que possibilitem a compreensão da importância social e económica dos ecossistemas aquáticos.

Competências

Capacidades para desenvolver aplicações que se mostrem necessárias para apoiar ou implementar medidas de adaptação ou de conservação para uma gestão sustentável dos ambientes aquáticos.

História

Criado em 2009 (Deliberação n.º 434/2010, publicado no DR, 2ª s, n.º 40 de 26 de fevereiro de 2010) e alterado em 2012 (Despacho n.º 9311/2012, publicado no DR, 2ª s, n.º 132 de 10 de julho de 2012).

 
Saídas Profissionais

Os Mestres Erasmus Mundus em Ecohidrologia poderão aplicar e desenvolver as  competências adquiridas, exercendo funções de:

  • Técnicos superiores de Serviços de Ambiente da Administração Local e Central dos vários países, tanto a nível da União Europeia como além-fronteiras
  • Técnicos/assistentes de investigação em equipas internacionais
  • Assessores/consultadoria, tanto em entidades públicas como privadas internacionais, ou em regime liberal
  • Técnicos em laboratórios académicos
  • Consultores para as áreas de ciências do Mar e do Ambiente
  • Promotores ambientais
  • Animadores de divulgação científica
  • Consultores em empresas de material didático e científico
  • Formadores na área das Ciências Naturais