Apresentação

Objetivos

  • Permitir uma melhor articulação entre a aprendizagem teórica nos campos tradicionais do saber
  • Facilitar o acesso à compreensão dos elementos que constituem a cultura e a comunicação contemporâneas
  • Contribuir para a formação de profissionais habilitados para a investigação, o ensino, a gestão e a comunicação
  • Preparar para o domínio de três línguas (português e duas línguas estrangeiras), tendo como suporte conhecimentos sólidos de linguística e de cultura dessas línguas, e para aspetos da teoria e da prática comunicativa, associados às necessidades de circulação multilingue da informação no contexto empresarial, nacional e internacional
  • Integrar os conhecimentos das línguas numa perspetiva comunicativa, em diferentes contextos sociais e profissionais
  • Conceber, utilizar e gerir recursos linguísticos e comunicativos em suportes informatizados
  • Utilizar os recursos apreendidos em diferentes domínios de aplicação na área dos serviços linguísticos e comunicativos (tradução, redação, comunicação oral, revisão, edição, etc.)
  • Trabalhar em comunicação plurilingue com uma visão crítica da produção e difusão da informação e dos conhecimentos na sua região, no País e na Europa

Legislação Aplicável

Criação do Curso

Alterações subsequentes

A candidatura ao ensino superior público é feita anualmente através de concurso nacional e concursos especiais.
Documento
 
Saídas Profissionais
  • Serviços de comunicação monolingue ou plurilingue de empresas e instituições
  • Serviços de gestão da informação e da comunicação
  • Serviços de conceção e gestão de recursos linguísticos e de indústrias da língua em geral
  • Serviços de conceção de políticas linguísticas e comunicativas empresariais e institucionais
  • Serviços linguísticos tradicionais (tradução, interpretação consecutiva, redação, revisão e edição, etc.) ou emergentes (revisão de redação e de tradução assistida por computador, edição web, etc.).

A conceção do currículo deste curso tem em conta os perfis profissionais concebidos no âmbito de diferentes organizações internacionais, tais como o Conselho Europeu das Línguas, os Serviços de Comunicação e Multilinguismo da União Europeia e a The International Annual Meetingon Language Arrangements, Documentation and Publications (IAMLADP).

Principais empregadores:

  • Empresas de Comunicação e de prestação de serviços linguísticos e de mediação linguística
  • Assessoria de Comunicação de empresas
  • Assessoria Linguística, incluindo revisão monolingue e multilingue
  • Editoras
  • Produtoras de Conteúdos online
  • Serviços de comunicação de instituições públicas e /ou privadas