Apresentação
O Instituto Politécnico de Lisboa (IPL), através da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL) e a Universidade do Algarve (UAlg), através da Escola Superior de Saúde da Universidade do Algarve (ESSUAlg), conferem o grau de Mestre em Gestão e Avaliação de Tecnologias em Saúde. A Gestão e Avaliação de Tecnologias em Saúde constituem uma área de intervenção estratégica ao nível da saúde, sendo uma ferramenta de apoio na definição e avaliação de políticas para a saúde, bem como na medição de resultados em saúde, potenciando, deste modo, uma melhor utilização de recursos, com a consequente melhoria da qualidade dos serviços prestados.

Objetivos

Este Mestrado tem a duração de 3 semestres (90 ECTS), e tem como objetivo desenvolver competências profissionais que promovam a otimização da gestão dos recursos de saúde, através da aplicação das diferentes técnicas e procedimentos de gestão, avaliação, auditoria e análise das práticas baseadas na evidência científica, para uma melhor resposta às necessidades de saúde das populações.

Neste âmbito, este mestrado desenvolve o seu plano curricular em torno de duas áreas temáticas relevantes: a Avaliação de Tecnologias em Saúde e a Qualidade, tendo como referência as guidelines internacionais existentes no espaço internacional e o correspondente enquadramento legal nacional.

As aulas serão lecionadas a partir das instalações da ESTeSL ou ESSUAlg, sendo transmitidas por vídeoconferência para a instituição parceira, podendo os alunos assistir presencialmente numa destas instituições. Excecionalmente, os alunos poderão acompanhar as aulas sem se deslocarem às instituições promotoras desta formação, desde que os sistemas tecnológicos disponíveis permitam efetuar um adequado acompanhamento das matérias e participação.

Legislação Aplicável

Criado em 2010 (Despacho  13278/2010, DR, 2ªs, n.º 159 de 17 de agosto)

Propinas e taxas 2020/2021

Candidatos nacionais: 1900 Euros

Candidatos internacionais*: 2000 Euros

Taxa de candidatura: 50 Euros

Taxa de inscrição e seguro escolar: 175 Euros

Nota: A propina deste curso pode ser paga em 10 prestações, sendo a primeira no ato da matrícula e as restantes nos meses de outubro, novembro, dezembro, janeiro, fevereiro, março, abril, maio e junho.

*de acordo com o Decreto-lei n.º36/2014, são considerados estudantes internacionais os nacionais de um estado que não seja membro da União Europeia e que não residam legalmente em Portugal há mais de dois anos, de forma ininterrupta, em 31 de agosto do ano em que pretendem ingressar no ensino superior.