Apresentação
O CTeSP em Mediação Intercultural é uma formação de nível 5.

Objetivos

Este CTeSP pretende fazer convergir diferentes conhecimentos e técnicas para formar profissionais que possam trabalhar junto das comunidades migrantes que vivem no nosso país e que enfrentam várias dificuldades e realidades diárias relacionadas com o choque entre culturas, hábitos diferentes, assim como problemas em termos de comunicação nos hospitais, centros de saúde, escolas, autarquias, espaços culturais e outras instituições públicas ou privadas.

O perfil profissional do Mediador intercultural prevê : planear e gerir sessões de mediação intercultural, conflitos, comportamentos e relações humanas em contexto de diversidade, nas dimensões psicológica, cultural e social, de modo construtivo; conceber e utilizar mecanismos de comunicação para atenuar as barreiras linguísticas, sociais e culturais; conceber, operacionalizar e avaliar informação básica sobre a estrutura legal dos direitos de migração e do migrante; conceber, coordenar e desenvolver projetos e atividades promotoras de oportunidades de mudanças e de difusão cultural para a população migrante.

A profissão de Mediador Intercultural representará um contributo para o desenvolvimento do apoio social no Algarve, no que diz respeito à situação de migrantes e à sua integração.

Cursos de licenciatura da Universidade do Algarve a que os titulares do CTeSP em Mediação Intercultural se podem candidatar com dispensa da prova de ingresso:

  • Educação Básica
  • Educação Social

Propinas 2022/2023

Candidatos nacionais: 

As candidaturas aos CTeSP são efetuadas através do Portal de Candidaturas, que é disponibilizado no separador "Candidaturas".
 
Saídas Profissionais
  • Mediador Intercultural