Apresentação
O curso de mestrado em Direção e Gestão Hoteleira, tendo como referência a valorização de capacidades académicas e a ênfase no desenvolvimento pessoal e profissional dos mestrandos, tem como objetivos:
  • Desenvolver competências científicas e técnicas no domínio da gestão hoteleira, fundamentais a um desempenho profissional eficiente, criativo e inovador
  • Dotar os mestrandos de competências, comportamentos e técnicas que lhes permitam gerir, de forma integrada, as atividades no domínio da gestão hoteleira e compreender melhor outras atividades do universo do turismo, com as quais se relacionam
  • Contribuir para o exercício de funções de diretor/gestor de topo, a nível de gestão de operações, gestão financeira, gestão recursos humanos, comercialização dos produtos turísticos e dos serviços prestados pelas empresas hoteleiras
  • Contribuir para capacitar profissionais de outros sectores, nomeadamente da banca, seguros, imobiliária e TIC, com interesse em conhecer o funcionamento das empresas hoteleiras, para efeitos de avaliação de risco, financiamento, rendimento imobiliário ou soluções tecnológicas específicas para este negócio

Últimas Edições

 

1ª edição (2012/14)

2ª edição (2013/15)

3ª edição (2014/16)

4ª edição (2015/17)

5ª edição (2016/18)

6ª edição (2017/19)    

7ª edição (2018/20)

8ª edição (2019/21)

9ª edição (2020/22)

Número de candidatos

38

48

33

40

41

40

40

36

50

Número de inscritos

36

31

29

35

33

25

25

31

30

 

Propinas e taxas 2021/2022

Candidatos nacionais: 3000 Euros (1.º ano- 2000 Euros; 2.º ano- 1000 Euros) 

Candidatos internacionais*: 4000 Euros (1.º ano- 2500 Euros; 2.º ano- 1500 Euros)

Taxa de candidatura: 50 Euros

Taxa de Inscrição e Seguro Escolar: 175 Euros

Nota: A propina deste curso pode ser paga em 10 prestações, sendo a primeira no ato da matrícula e as restantes nos meses de outubro, novembro, dezembro, janeiro, fevereiro, março, abril, maio e junho.
 

* de acordo com o Decreto-lei n.º36/2014, alterado pelo Decreto-Lei nº 62/2018, de 6 de agosto, são considerados estudantes internacionais os nacionais de um estado que não seja membro da União Europeia e que residam legalmente em Portugal há mais de dois anos, de forma ininterrupta, em 1 de janeiro do ano em que pretendem ingressar no ensino superior.

As candidaturas aos cursos de Mestrado são efetuadas através do Portal Académico.
Documento
 
Saídas Profissionais

Contribuir para o exercício de funções de diretor/gestor de topo, a nível de gestão de operações, gestão financeira, gestão recursos humanos, comercialização dos produtos turísticos e dos serviços prestados pelas empresas hoteleiras e outras relacionadas com o Turismo.