Apresentação
O 2.º ciclo em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações oferece um complemento de formação aos titulares do 1.º ciclo em Psicologia.

Objetivos

  • Oferecer formação avançada nesta área aprofundando o conhecimento teórico e técnico sobre os processos sociais e o comportamento individual, social e organizacional;
  • Oferecer o treino de técnicas de análise e intervenção em comportamento humano em contextos sociais e organizacionais;
  • Oferecer formação avançada para o exercício da profissão de psicólogo de acordo com as orientações da proposta do Diploma Europeu de Psicologia e dos princípios éticos e deontológicos pelos quais se rege a profissão;
  • Oferecer formação avançada para o exercício da investigação na área de psicologia social, do trabalho e das organizações;
  • Desenvolver competências em termos de relacionamento social necessárias a um bom desempenho profissional.
  • Desenvolver competências no trabalho em equipa com técnicos de outras especialidades na intervenção social e organizacional;
  • Proporcionar o ajustamento do contexto académico ao contexto do trabalho;
  • Proporcionar acesso ao 3º ciclo de estudos;
  • Utilizar as relações com parceiros externos para a criação de um grupo com suporte teórico e científico ímpar.

Objetivos de aprendizagem a desenvolver pelos estudantes

  • Identificar, diferenciar e avaliar empiricamente os principais modelos de diagnóstico e intervenção em psicologia social, do trabalho e das organizações;
  • Aplicar os conhecimentos de PSTO na análise, levantamento de necessidades, diagnóstico e desenvolvimento de planos de intervenção aos vários contextos científicos e profissionais;
  • Planear, monitorizar e selecionar/criar instrumentos para o follow up dos projetos de intervenção e de mudança social e organizacional;
  • Desenvolver de forma original e autónoma objetivos de investigação no domínio da Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações;
  • Aplicar as competências teórico-metodológicas na investigação empírica, nomeadamente na seleção ou elaboração de instrumentos de pesquisa para a recolha de informação e na análise de dados;
  • Elaborar e apresentar relatórios técnicos e científicos.

Legislação aplicável

Propinas e taxas 2020/2021

Candidatos nacionais: 697 Euros

Candidatos internacionais*: 2000 Euros

Taxa de candidatura: 50 Euros

Taxa de Inscrição e Seguro Escolar: 175 Euros

Nota: A propina deste curso pode ser paga em 10 prestações, sendo a primeira no ato da matrícula e as restantes nos meses de outubro, novembro, dezembro, janeiro, fevereiro, março, abril, maio e junho.

*de acordo com o Decreto-lei n.º 36/2014, são considerados estudantes internacionais os nacionais de um estado que não seja membro da União Europeia e que não residam legalmente em Portugal há mais de dois anos, de forma ininterrupta, em 31 de agosto do ano em que pretendem ingressar no ensino superior.

As candidaturas aos cursos de Mestrado são efetuadas através do Portal Académico.
 
Saídas Profissionais

O Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações fundamenta-se em critérios relevantes para a atividade profissional e científica. Desenvolve nos alunos as competências adequadas para uma gestão efetiva do diagnóstico e intervenção social e organizacional e prepara-os para a realização de atividades de investigação, no âmbito desta especialidade. Assim, proporciona uma formação científica e profissional especializada que habilita para o exercício das funções de Psicólogo Social, do Trabalho e das Organizações.

Atualmente, as saídas profissionais dos psicólogos com formação nesta área de especialidade são instituições públicas e organizações públicas, dos diversos setores do mercado de trabalho. 

Principais empregadores

  • serviços de saúde públicos e privados
  • serviços de assistência social
  • estabelecimentos de ensino
  • serviços prisionais e de reinserção social
  • órgãos de administração central e local
  • empresas e organizações de solidariedade e apoio social
  • entre outros